Ações de divulgação

O Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA), ao qual está vinculado o PPGDSTU, conta com uma Coordenadoria de Comunicação e Difusão Científica que é responsável por promover ações de divulgação das atividades e dos resultados obtidos pelas pesquisas realizadas pelo Programa. O Núcleo mantém a Revista Novos Cadernos NAEA (NCNAEA) e a série Papers do NAEA, periódicos de abordagem interdisciplinar editados desde 1991 e atualmente com conceito B2 e B3, respectivamente, no Qualis Interdisciplinar, proporcionando grande visibilidade ao programa e a sua produção.

 

Oferta de cursos de especialização

Desde o início de suas atividades, o NAEA tem ofertado cursos de especialização relacionados a temas amazônicos.  Como por exemplo, a realização de curso do Programa Internacional de Treinamento em Projetos de Desenvolvimento de Áreas Amazônicas (FIPAM), cuja primeira turma foi aberta em 1973. Entretanto, cursos com diferentes temáticas podem ser ofertados de acordo com a política adotada pelo Núcleo. Em 2015, o FIPAM esteve com curso sob a temática “Planejamento e Gestão Pública do Patrimônio Cultural”, realizado em parceria com o Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e coordenado pelo Prof. Silvio Figueiredo, docente permanente do Programa.

 

Interação com a sociedade

A docente Oriana Almeida, juntamente com discentes do Mestrado e Doutorado do Programa, esteve à frente de dois projetos envolvendo a divulgação da legislação vigente sobre Meio Ambiente e Pesca. O primeiro projeto foi direcionando aos pequenos produtores rurais, com orientações sobre legislação ambiental com base na Lei Nº. 12651/2012 (Código Florestal). O segundo projeto foi dirigido aos pescadores artesanais, que receberam tanto orientações sobre legislação ambiental quanto de pesca. Ambos os projetos foram desenvolvidos no contexto das comunidades em que seriam executados, tendo como resultados a produção de cartilhas, material audiovisual e a realização de workshops com organizações de pequenos produtores rurais e colônias de pescadores.